Informações sobre a cidade

  • Segundo o censo 2013 do IBGE, Cabrobó possui uma população de 32.596 habitantes, distribuídos numa área de 1.657,705 km², tendo assim, uma densidade demográfica de 18,62 hab/km² 
  • O poder executivo do município é exercido por Marcilio Cavalcanti, do PMDB 
  • O município de Cabrobó é um dos municípios com maior risco de desertificação do país. 

Cabrobó é um município brasileiro do estado de Pernambuco, localizada no sertão do São Francisco. Está situado na RIDE (Região Integrada de Desenvolvimento) polo Petrolina e Juazeiro. A Cidade é ponto de partida do eixo norte da Transposição do Rio São Francisco, e tem a agricultura (produtos como arroz e cebola) como principal fonte de renda. 

HISTÓRIA

A origem do município de Cabrobó vem de 1762, quando uma paróquia foi criada numa aldeia indígena existente na região, tendo como primeiro vigário o padre Gonçalo Coelho de Lemos.

O Distrito foi criado através de Alvará datado de 14 de novembro de 1786 e a Vila foi criada pela Lei Provincial nº 345, de 13 de maio de 1854. Através da Lei Estadual nº 597, de 07 de maio de 1903, Cabrobó foi elevada à categoria de cidade. A Lei Estadual nº 1931, de 11 de setembro de 1928, criou o Município, que foi instalado 01 de janeiro de 1929. Seu território pertencia ao antigo município de Boa Vista (hoje Santa Maria da Boa Vista). Segundo registros históricos, inicialmente viviam na região índios das tribos Truká e Pancararus. O nome Cabrobó é de origem indígena e significa "árvore ou mato de urubus". Vem de "caa" - árvore e "orobó" - urubu. O povoamento de Cabrobó teve início na metade do século XVIII, em torno de uma aldeia de índios. Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados da Aldeia Indígena N. S. da Assunção, Ilha de Assunção, Mãe Rosa e Murici. Anualmente, no dia 11 de setembro, Cabrobó comemora a sua emancipação política. Município Laico.

É conhecida pelos seus moradores como "Cabrobó Terra da Cebola e do Arroz".